100 anos de montanhismo brasileiro! Eu digo sim :-) !

Placa de homenagem, foto de Pedro Hauck

Placa de homenagem, foto de Pedro Hauck

Acho totalmente desnecessário e improdutivo o questionamento que algumas pessoas e entidades promovem ao questionar a comemoração dos “100 anos de montanhismo no Brasil”, que será realizada em função da primeira ascensão do Dedo de Deus, RJ, em 1912.

É quase uma questão de retórica falaciosa, sou capaz até de afirmar que com objetivos escusos (haja visto o texto sobre “Montanhismo Político ? Não !” do Antônio Paula Faria (www.altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=…)

É sabido por todos que buscarem aprofundar-se no o assunto que o montanhismo brasileiro antecede à conquista do Dedo de Deus.

Diversos são os exemplos de ascensões ou conquistas que antecedem a primeira ascensão do Dedo de Deus, e posso citar o Monte Olimpo, Pão de Açucar, Pedra do Sino e até mesmo o Itatiaia, entre vários outros.

Por sua vez, foi através de um consenso entre diversas federações representativas do montanhismo e escalada, além do embasamento de vários autores, que considera-se que o montanhismo *e* a escalada brasileira iniciaram-se com a conquista do Dedo de Deus.

No Livro História do Montanhismo no Rio de Janeiro, de Waldecy Mathias Lucena, é citado:

“Neste capítulo foram relatadas as primeiras ascensões significativas que tiveram caráter meramente esportivo, como acontece nos dias de hoje. É natural indagar-se qual destas iniciativas marca o início do montanhismo no Brasil. Será a escalada do Pão de Açúcar, em 1817, pela audaciosa Henrietta Carsteirs? Será a subida à Pedra do Sino, em 1841, pelo o escocês George Gardner? Será a criativa ascensão de Horácio e Borba à Pedra do Púlpito, em 1898? Ou será a conquista do Monte Olimpo, em 1879, por Joaquim Olympio?”

E logo na sequência ele conclui que levando em conta a ousadia, a motivação patriótica, a técnica empregada e a repercussão que perdura até os dias de hoje, é razoável considerar que o acontecimento que marcou o início do montanhismo no Brasil foi a conquista do Dedo de Deus, em abril de 1912.

Selo comemorativo aos 100 anos de montanhismo brasileiro

Essa não é uma opinião isolada.

Antônio Paulo Faria, em seu livro Montanhismo Brasileiro, Paixão e Aventura, cita as várias ascensões anteriores à conquista do Dedo de Deus, mostrando a relevância e valor histórico, e também conclui:

“O Dedo de Deus é o símbolo do montanhismo brasileiro, não só pela sua beleza e imponência, como por sua história que, de acordo com a maioria dos montanhistas, marca o início da escalada técnica (alpinismo) no Brasil, fato que aconteceu em grande estilo e foi realmente um marco importante e de repercussão internacional.”

Ou seja, ao contrário do que alguns querem afirmar, não está sendo relevada o valor histórico das ascensões anteriores, muito menos menosprezada sua importância.

O próprio website do evento deixa bem evidente que houverem ascensões anteriores ao Dedo de Deus:

Gostaria de finalizar fazendo uma metáfora, imagine o montanhismo brasileiro como sendo a construção de um bolo.

É como se as ascensões anteriores (Olimpo, Pedra do Sino, Itatiaia, Pão de Açucar, etc…) fossem as camadas ou recheio desse bolo que foi sendo construído… E a escalada do Dedo de Deus –  em virtude do nacionalismo, técnica empregada, divulgação na mídia da época – fosse a cobertura do bolo que finalmente “ficou pronto”.

Ou seja, nessa metáfora,  o bolo não existiria sem o “recheio” (as ascensões anteriores), mas o bolo efetivamente ficou “pronto” quando da ascensão do Dedo de Deus.

Nada mais justo que considerar então esta ascensão como sendo o marco inicial do montanhismo e escalada brasileiras, e essa nem é apenas minha opinião, e sim a opinião de vários autores e estudiosos do assunto, como citado neste próprio texto.

E você, o que pensa sobre o assunto ?

Davi Marski

 

 

 

 

 

Related Posts with Thumbnails

3 Comments

  1. Mestre, juro que estou confuso em relação ao seu posicionamento acerca da definição da data, como marco do inicio do montanhismo no Brasil. Abs,

  2. Oras, eu acredito que a escalada do Dedo de Deus marca ou simboliza de forma bem efetiva o início da “escalada + montanhismo” no Brasil. Claro que haviam sido realizadas ascensões anteriores a esta (o tal do recheio do bolo) mas a coisa tomou vulto (mídia, impacto para a gerações posteriores, técnica empregada, “invenção” dos grampos, etc…) com a cereja no bolo, ops, com a escalada do Dedo de Deus.

    É por isso que acho que nada mais justo que dizer em “100 anos de montanhismo no Brasil”, mesmo tendo havido ascensões prévias a esta ;-)

    Abraços !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>